E assim sou, hedonista por natureza, amante das mulheres, totalmente indiferente ao que não faz brilhar os meus olhos; fútil e sensível, capaz de impulsos violentos e absorventes, maus e bons, nobres e vis, mas nunca de um sentimento que subsista, nunca de uma emoção que continue, e entre para a substância da alma.

contador de visitas
contador visitas

 

Alguns Conselhos..

image

Seja sempre jovem de alma, seja sempre livre,
ame o próximo, pratique o bem e a caridade. 
Se posicione sempre, tenha opinião e personalidade.
Não minta nunca, que é coisa de gente estúpida.
Outra coisa nunca gaste tudo que ganhar, guarde.
Tenha alguns amigos que confie, não precisa ser muitos,
Quantidade só é bom quando se trata de estrelas..
Ame as mulheres, uma, umas, não importa, não as engane,
se tiver outras sempre deixe claro, elas não vão se afastar por isso.
Se conecte com arte, livros, música, trate bem os animais..
Você pode não gostar, foda-se, trate bem.
Procure o conhecimento, conhecimento é afrodisíaco.
Aproveite o tempo seus néscios, vamos viver 80, 100 anos e vamos virar pó, então não tem o menor sentido dramas, mazelas e afins. 
Goste de viajar, viajar é incrível.. Ser forasteiro e conhecer lugares, culturas, costumes, mulheres .. Esse Mundo velho é incrível.
Tenha amor próprio e auto-suficiência, faz bem.
Opte sempre por sorrir e enfrentar o que for, pessoas alegres irradiam.
Aventure-se, descubra-se, reconheça-se. É isso, só vai…

Handys Klaus

Madrugada!

image

o quarto a meia luz, la fora só a lua tinha a glória.
a luz te deixava pálida, e transmutava a cor de seus cabelos.
pedaço de neve, porcelana rara, ímpar.
a janela entreaberta, noites notáveis.
ah! menina, seus cabelos vermelhos,
vermelhos, escarlate, ruivos naturais!
eu e você, rindo um do outro de madrugada,
nossas coisas intrínsecas, peculiares, intensas.
madrugadas escutando Bob Dylan, lendo poesia francesa,
cigarros, uma garrafa de vinho sob a cama,
nem a velhice esquecerá destas noites notáveis,
na memória existe um palácio para tais!
beijo ♥

Handys Klaus 

Quarta-feira!

image

Nessa manhã parei pra sentir o gosto do café,
até queimei a ponta da língua, mas tudo bem.
Tomei banho como se fosse nas cataratas,
peguei o elevador com uma ruiva bonita,
pisei em folhas secas na calçada de casa..
Os dias e os meses estão passando rápido,
as nuvens formam desenhos, mas ninguém olha.
Uma flor na rua de casa precisa de água, 
a vizinha fica sexy com seu vestido de flor!
Bom dia, quarta-feira.

Handys Klaus

Conversas Noturnas…

image

De repente, uma luz no meio da noite,
uma estrela solitária, vagarosa, ó estrela.
talvez uma plêiade, nitente, incandescente, 
que  precipitou-se atrás das montanhas.
não sei, não sei, ela se foi …
cigarros, zéfiro gelado, mãos tremulas,
um olhar distante e nossas conversas.
uma cidade e milhões de luzes, milhões.
Lembranças de tantas coisas, de pessoas, de tempos,
e essa música que me faz tão bem, tão bem …

Handys Klaus

Luzes da cidade!

image

É Incrível toda vez que estou chegando de avião em São Paulo e você vê a cidade aparecer iluminada na sua cara, milhões de luzes, um oceano de luz! Está tudo lá, pessoas, as janelas, as árvores, os semáforos, carrilhões de automóveis, e dentro desses automóveis pessoas rindo, outras com dúvidas, outras apaixonadas, dentro das casas milhões de histórias, uma mãe conversa com a filha enquanto costura, a filha pensa no cara que viu na rua, o cara que ela viu na rua passa em frente a uma árvore milenar que durou muito mais do que um décimo que ele chegará a viver e fica confuso.. Prédios, buzinas, correrias, O músico de rua toca Bob Dylan pra sobreviver, uma folha seca é pisoteada nos parques, uma moeda velha cai em um bueiro, os milionários jantam nos terraços, um mendigo come um pedaço de pão velho, é tudo é tudo a mesma coisa entende? é tudo igual, igualzinho! é tudo farinha do mesmo saco, e vai tudo para o mesmo lugar.. E você lá de cima estupefato para e pensa em tudo e se dá conta que somos insignificantes e mais um no meio de milhões de vidas, histórias e coisas …

Handys Klaus

Sorria,Sorria!!

image

Sorria, sempre
mesmo que ache desnecessário.
Abrace, compartilhe, ajude, corra, espere, tenha calma..
Olhe, sinta, apaixone-se, pegue, desapegue, empreste, doe!
Ajude, solidarize, comemore, observe, escute os mais velhos,
Crie raízes, seja um forasteiro, viaje..
Acorde um dia de madrugada e veja as estrelas..
Acorde um dia cedo e veja a beleza das manhãs..
Agradeça pelo sol, pela chuva, pela comida na mesa, pelo ardor da pimenta, pelo vento na cara, pelos pequenos e grandes detalhes. Agradeça pelos amigos, pela família, pelas histórias.
Agradeça por ter sorte, mesmo que você não ache que tenha, vai na minha você tem. Se não saber a quem agradecer simplesmente sinta-se agradecido, já serve; e tenha boas perspectivas para sua vida..
Agradeça por todos os anos que passou, por mais esse e pelos que hão de vir. Faça como estou lhe dizendo, e só tenha certeza que é uma pessoa boa, justa e verdadeira, isso é importante. Terás uma boa vida.

Vai em paz!

Handys Klaus

somos poeira de estrelas!

image

É engraçado, às vezes eu me sinto velho,
mesmo jovem e com vigor dos dias da mocidade.
Sinto as minhas entranhas explodindo, a alma fervendo.
De vida, de vida! de vontades e sensações incríveis …
Quero fazer tudo, ler todos os livros, ver todos os filmes,
conhecer todas as mulheres, viajar pra todos os lugares,
É incrível, incrível! Ainda assim vem aquela sensação do tic tac,
do tempo escapando entre os dedos, a cada dia, semana ..
Vos digo que a vida é efêmera..  80, 90 anos e desapareceremos.
Como dizem os poetas, somos poeira de estrelas!
Então o que realmente importa é o agora, isso mesmo, agora, hoje!
Estou indo pra vida a cada dia, intensamente! Vamos?

H.

Bem-aventurado os loucos!

image

Bem-aventurado os loucos!
Isso, exatamente! os loucos-não-loucos, os sábios.
Bem-aventurado os loucos para viver, loucos pela vida,
Loucos por pessoas, por sensações, por paixões.
Os loucos da palavra lançada, da audácia incólume.
Loucos em um mundo de tolos, de patetas néscios.
Vocês são inspiradores pra caralho, vocês.. a parte ímpar.
Vocês que transformam loucura em poesia, loucura de espírito ..
A vocês, a nós, todo o meu respeito .. 
Saudações!

Handys Klaus

as mulheres nos aproximam do céu ..

image

Quando você começa despir uma mulher pela primeira vez é um presságio, como poesia corporal, como criança na fábrica de doces, ficamos meios bobos com as linhas curvilíneas, curiosos pelos cheiros e para perscrutar o formato peculiar de cada corpo, odisseia de sensações… Assemelha-se a expectação de abrir um presente, e podes acreditar, se tu esta despindo uma mulher é um presente e um dos mais belos rituais da raça humana; Eu costumo dizer que debaixo do Sol a mulher prefigura o ícone macro dentre todos, ímpar e indispensável, de uma maneira tal que chegam a ser divinais… Primeiro na figura da mãe, progenitora que incute naturalmente a forma de amor mais pura que essa terra já conheceu, depois no estado simples de ser mulher, essas coisinhas mais perfeitas que nos fascinam… –ah, as mulheres, essas mulheres… Sem vocês não seríamos… Poderia divagar por horas sobre o meu amor idiossincrático a cada forma, tipo, expressão de cada mulher, mas para não ser prolixo termino com a seguinte frase: “ as mulheres nos aproximam do céu” …

Handys Klaus

365 madrugadas e mais uma …

image

Olha, eu poderia vos dizer de muitas coisas deste ano, mais vou lhes descrever a última madrugada do ano…
Ah, as inspiradoras madrugadas, eu vi todas esse ano, todas, todas… e depois de 365 a derradeira. 
Nessa quietude temporal, luzes, muitas luzes, e talvez, não sei, todas as plêiades resolveram aparecer, Orion se impôs com o seu séquito de estrelas e as constelações entraram em festa, a Alfa Ursa Maior destaca-se como um ícone macro incutido no teatro negro da noite. São 4:39 da última madrugada do ano caros leitores, todos dormem, aliás quase todos, a Lua reina, seu reinado esplendíssimo; Quero declarar a minha satisfação, e na expectação da quietude dessa madrugada aproveito…Sim! quero aproveitar e deixar claro e afirmado, declarar em alto e bom som, a todos; E para não ser um insensato ingrato eu agradeço por esse ano, pelas idas e vindas, pelo ganhar e pelo perder, pelas mais belas sensações e sorrisos, e por essa eqüidade que a vida nos proporciona e a sabedoria nos faz entende-la. De luz em luz, de ponto a ponto … 

Que venha mais, mais coisas boas, a nós.
Avante! 

São Paulo, 31 de Dezembro de 2012

H.